PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 21 de março de 2017

DENGUE: ALCÂNTARAS SEGUE SEM CASOS CONFIRMADOS EM 2017

  94% DOS FOCOS SÃO IDENTIFICADOS DENTRO DAS RESIDÊNCIAS, DIZ ENDEMIAS
Quinze agentes de endemias atuam no município ( Foto: Marcelino Junior)
Passados os quase noventa primeiros dias do ano e consolidado a estação chuvosa no Ceará o cuidado no combate ao Aedes Aegypti aumenta na capital e no interior onde uma força tarefa dos serviços de saúde visam mobilizar também a população para o dever de casa no combate ao vetor da dengue, zika e chicugunya.

Em Alcântaras há 285 km de Fortaleza, foi finalizado no último dia 13  de março o primeiro ciclo de pesquisa e tratamento no município onde foi constatado um índice de 1,25% de infestação predial, mas nenhum caso positivo para a enfermidade foi diagnosticado.

Ainda de acordo com o Setor de Endemias ações como peixamento de cisternas em localidades rurais como Sitio Espirito Santo, Prata, Sitio Belém, Macacos e Pau Ferrado foram realizados, mas um alto percentual(94%) de focos potenciais de reprodução do mosquito tem sido identificado dentro das residências, sobretudo naquelas onde as pessoas acumulam em recipientes abertos a água das chuvas. Na sede o número de imóveis já visitados pelos quinze  agentes de endemias que atuam na cidade já chega aos 29% mas é preciso um maior empenho da população que deve fazer diariamente seu dever de casa e também serem fiscais na vizinhança.

Post. Francisco Freire

Nenhum comentário: