PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

ALCANTARAS INTENSIFICA AÇÕES DE COMBATE AO AEDES AEGYPIT

SEINFRA E SETOR DE ENDEMIAS FIXA OUTDOORS NAS ENTRADAS DA CIDADE 
Na Zona Rural pneus deixados à céu aberto acumulam água das chuvas
Exemplo de superação no combate diário contra o vetor da dengue, zika, mayaro e chicugùnya o município de Alcântaras segue alerta aos trabalhos de conscientização e prevenção no que diz respeita a reprodução do Aedes Aegypit.
A cidade que ganhou destaque estadual e nacional devido a intersetorialidade de trabalhos que reduziu no último ano em mais de 98% os casos confirmados para enfermidade transmitidas pelo mosquito, se prepara agora para um período crítico, onde devido as chuvas surgem naturalmente ambientes oportunos para a postura de ovos e o nascimento de larvas.
Visando chamar ainda mais a atenção da população e daqueles que passam pelo município, o Setor de Endemias em parceria com a Secretaria de Obras fixou em pontos estratégicos da CE 241 outdoors enfatizando a importância de todos fazer diariamente o dever de casa. Para Eduardo Alcântara, a cooperação de toda a comunidade faz a diferença..

"Graças a Deus não tivemos nenhum caso até o momento, na última semana foi realizado o LIRa ( Levantamento de Índice Rápido) e apesar do resultado laboratorial, não houve registros de nenhum caso. As placas que instalamos tem o intuito de conscientizar nosso município do perigo e os que aqui visitam, demonstrando que estamos na luta diária, onde também todas as sextas ocorrem ações de prevenção nas comunidades", frisou o agente de endemias.

Apesar dos esforços do poder público, um pequeno descuido dos moradores pode se tornar um grande problema e comprometer a eficácia de todo um trabalho, como a cena de pneus expostos a céu aberto, flagrados pela redação do Portal Jovem no Sitio São Roberto na última semana. Por isso fazer sempre o dever de casa e não esquecer que o combate deve ser diário é o mínimo que se pode na longa cadeia onde sempre é melhor prevenir do que remediar.

Post. Francisco Freire

Nenhum comentário: