PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

PELA TERCEIRA VEZ VEREADORES NÃO COMPARECEM EM SESSÃO

 OS QUATRO PARLAMENTARES FORAM ELEITOS EM OUTUBRO PASSADO
Manoel e José Cunha vão pleitear cargos da mesa diretora em 2017
A ausência dos vereadores da base de situação virou rotina na cidade de Alcântaras e tem gerado a insatisfação de parcela da população que criticam a postura dos legisladores que por (03) três vezes consecutivas não atenderam a convocação da presidência da casa que listava matérias importantes como a aprovação da Lei Orçamentaria Anual de 2017.
Na Câmara onde sessões foram agendas para os dias 18,24 e 29 de dezembro, compareceu ao plenário do edifício Domingos Ximenes de Carvalho apenas os integrantes da bancada de oposição, o que inviabilizou os trabalhos que foram postos em pautas pela terceira vez na manhã desta última quinta-feira,29/12.

Faltosos
De acordo com a Secretaria da Câmara Municipal em todas as três situações os motivos explicitados pelos vereadores faltosos citavam problemas pessoais como justificativa. Sendo que para a sessão do dia 24 passado Francisco Régis Barros  que também faltou, não protocolou o documento e nem participou do encontro legislativo. Para esta data, haveriam enviado justificativa citando motivos pessoais os  Vereadores Manoel Freire Albuquerque, Antonio Airton Albuquerque e Rogério Angelo Ferreira. O legislador José Cunha Freire, não compareceu à sessão e também não encaminhou documento justificando a ausência.

Matérias que não foram votadas
Dentre as matérias postas em votação pela casa, nas três vezes, apereciam um Decreto Legislativo que tratava da concessão de uma dia de folga ao servidor publico efetivo na data de seu aniversário; A transição de mandatos dos veradores eleitos para o prefeito municipal, uma emenda modificativa da LOA de 2017 e a votação da Lei Anual Orçamentária do município para o ano que vem. Por falta de quórum, nenhuma das matérias foi votada em dezembro.

Entenda a matéria
Na Câmara, por conta da retirada da votação da LOA no final de novembro passado, atritos ocorreram entre os Vereador Manoel Freire Albuquerque ( líder de situação) e a então presidente da casa, Cleuvilândia Menezes. Após ser requerido verbalmente pelo vereador que fosse apresentado uma emenda à LOA este e os colegas não compareceram nenhuma das sessões posteriores o que foi visto como um embate político entres os parlamentares que em 2014 disputaram na justiça a presidência para o mandato do biênio que se encerra próximo dia 31.

Com tentativas frustadas de aprovar as matérias, a Casa Legislativa deve iniciar o recesso parlamentar amanhã e após empossados os vereadores só voltam a trabalhar no inicio de fevereiro de 2017, momento em que deve ser eleita a nova mesa diretora.

Redação Online 

Nenhum comentário: