PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

COM PRAZO 'EXPIRADO' APENAS SETE CIDADES IMPLANTARAM O PEC

EM ALCANTARAS PRONTUÁRIO ELETRÔNICO VAI FICAR PARA 2017
imagem reprodução
Com prazo praticamente expirado para adaptação  a um novo sistema do Ministério da Saúde apenas sete municípios do Ceará conseguiram implantar o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC).O programa  que trata-se de uma das ferramentas de geração de relatórios, formulários dinâmicos em metadados, painel de indicadores de gestão e outras funções, faz parte de uma estratégia do  HIS ( Hospital Information System) que deve substituir o HOSPUB pelo software e-SUS e pretende atender as demandas de Hospitais Públicos na esfera Federal, Estadual e Municipal no âmbito do Ministério da Saúde.

Com data limite de implantação até o próximo dia 10 de dezembro,  apenas 3,08% dos municípios no Ceará se adaptaram ao PEC, enquanto os demais devem apresentar justificativas a União para não terem recursos federais destinados aos Serviços de Atenção Básica suspensos. A cidade que Alcântaras, na zona norte, que aparece nesta situação assim como outras 177 cidades não implantou o programa dentro do prazo previsto, porém deve remeter questionários ao SUS e também vai solicitar a ampliação do prazo.

"O Prontuário Eletrônico não foi implantado ainda no município, porém acreditamos que isso só aconteça em 2017, devido a troca de gestão. Enquanto isso estamos remetendo alguns questionário ao SUS para garantir a regularidade na transferência dos recursos. Em todo o Ceará poucas cidades se adaptaram a medida, uma vez que são necessários pelo menos cinco computadores por unidade de saúde e não há convênios firmados para este fim", frisou a enfermeira Elizete Guimarães.


Quando implantado o prontuário online de cada paciente será feito no momento da consulta, sendo atualizado posteriormente a cada atendimento. Com a inovação se projeta a utilização de menos ficha e unificação de informações dentro da rede nacional do SUS. Em todo o Ceará, até o momento dos 184 municípios apenas Horizonte, Itaiçaba, Itatira, Russas, São Gonçalo do Amarante, Sobral e Tauá implantaram o programa em pelo menos uma unidade de saúde da rede publica

Post.Francisco Freire


Nenhum comentário: