PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sábado, 14 de maio de 2016

ALCANTARASENSE REALIZA PESQUISA SOBRE SAÚDE INDÍGINA

  PROJETO DE MONOGRAFIA " FOI APRESENTADO"NO CURSO DE ENFERMAGEM DO INTA
Na foto: Luan, o Pajé da Tribo e a Enf. Nicilda Freire
Um alcantarense que cursa enfermagem na Faculdade INTA em Sobral "apresentou preliminarmente" um projeto de monografia que trata da saúde indígena em umas das cidades que integram a Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará.
A pesquisa de autoria do jovem Karlos Luan Gomes Cavalcante aborda os "Desafios encontrados pela equipe de enfermagem na atenção de saúde indígena no município de Pacatuba'. O estudante que ainda está em fase de coleta de dados tem como orientadora a prof. Dra. Eliana de Araújo Aragão e deve defender seu projeto de qualificação do curso já no  segundo semestre de 2016.
A aldeia cujo é objeto de estudo fica situada em terras indígenas da Tribo Pitaguarys que faz limítrofes como os territórios de Maracanaú e Pacatuba. Com população aproximada de 2 mil pessoas a comunidade possui 537 famílias e uma área de 1.735 hectares demarcados ainda no inicio da década de 90. Para  o autor da pesquisa, o estudo sobre o tema gerou muita expctativa uma vez que pouco assunto dentro da área da saúde. "Foi muito desafiador.Pouco de fala da saúde indígena, e eu precisava encarar isso", evidenciou Luan que deve retornar a aldeia daqui há 120 dias, quando deve catalogar os dados finais da pesquisa. 
Também em Pacatuba, uma outra enfermeira compõe a equipe de saúde que acompanha a saúde tribo. Nicilda Freire, cujo também é alcantarense há alguns anos trabalha na aldeia o que auxiliou no processo de pesquisa do primeiro acadêmico de enfermagem a visitar a referida comunidade.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: