PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

ALCANTARAS: DESVALORIZAÇÃO COM O TRABALHO DO CONSELHO TUTELAR

 EQUIPE RECÉM EMPOSSADA RECLAMA DE PRECARIEDADE DO CONSELHO
imagem: Facebook
Passados exatos 15 dias da posse da nova equipe de conselheiros tutelares de Alcântaras, Zona Norte do Ceará, os representantes dos direitos da criança e do adolescente já sentem na pele as dificuldades do colegiado para agir dentro do pequeno município serrano. 
Nesta última segunda-feira,25, o desabafo de dois conselheiros que tiveram de empurrar uma moto ladeira acima para chegar a sede de Alcântaras rendeu comentários e compartilhamentos nas redes sociais quando este tiveram negado pela Prefeitura transporte para voltar ao posto de trabalho após uma visita domiciliar no Sitio São Roberto. 
Em publicação feita na página do Conselho, Fernando Batista e Ana Mara disseram sentir-se humilhados por não terem solicitação atendida pela secretaria de transportes após a moto a qual utilizavam furar o pneu ha uma distância de mais de 5 km da sede. Depois de caminharem por mais de 30 minutos este foram avisados da disponibilidade do transporte, porém resolveram descrever a situação a qual segundo eles revela a desvalorização com a categoria que há anos tem tido sérios problemas para desempenhar com efetividade seus trabalhos devido a precariedade da sede e das ferramentas de trabalho. 
Em Alcântaras esta não é a primeira vez que o Conselho denuncia o descaso da prefeitura solicitando apoio das autoridades locais e população. Em 2015 além da falta de internet, conselheiros tutelares tiveram de rascunhar  oficio  a punho ou redigir o documento em outras repartições por falta de manutenção na impressora. Em outras publicações também postadas pelo Portal Jovem fora citado  a precariedade dos serviços e a cobrança de condições de trabalho pela classe no município.

Post. Francisco Freire

Nenhum comentário: