PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

ALCANTARAS E A CRISE FINANCEIRA

MUNICÍPIO ATRASA PAGAMENTO DE SERVIDORES TEMPORÁRIOS
A crise financeira que atinge o país, já reflete no aperto das contas publicas da Prefeitura de Alcântaras, Zona Norte do Ceará.Na cidade o calendário de pagamento  divulgado no inicio ano, informava o deposito dos salários dos servidores para outubro  entre os dias 08 e 11 do mês corrente, mas até o momento apenas os funcionários estatuários e/ou efetivos tiveram os valores creditados em conta.

 Segundo as especulações o motivo para o atraso estaria relacionado a queda nos repasses do FPM e a insuficiência de dinheiro em caixa para o pagamento de todos os funcionários vinculados ao poder municipal. No Ceará onde o Tribunal de Contas notificou as prefeituras para a necessidade de programação financeira, foi evidenciado por meio de oficio circular a atenção dos gestores em priorizar a aplicação de recursos com as atividades essenciais como o pagamento do funcionalismo publico e décimo terceiro.

Para o Sindicato dos Servidores Publicos de Alcântaras, o problema ocorre porquê as prioridades da atual gestão estariam invertidas, como a exemplo os gastos exorbitantes com licitações e a concessão de gratificações a servidores privilegiados, que somente com adicional de formação de professores seriam aplicados mensalmente o montante de R$ 7.877,90, pagos a vigias, auxiliares de administração, fiscal de tributos, auxiliares de limpeza dentre outros. Ainda de acordo com o SINDICAN dados oficiais do TCM demonstram que  a Prefeitura pagaria em média R$ 949.425,23 com folha de pagamento/mês sendo que mais de R$ 200  mil seriam destinado aos (381) contratos e outros R$ 95.120 as (95) funções comissionadas. Já os numero de efetivos seria de 497 pessoas com calculo de pagamento na ordem dos R$ 495 mil.

A Prefeitura que não divulgou os motivos do atraso, haveria  planejado o pagamentos dos servidores para a última Quarta-Feira, 14, porém agora cogita creditar os valores até o dia 20 de outubro, período relativamente curto quando considerado a próxima previsão de pagamento, prevista para o próximo dia 09 de novembro.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: