PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 24 de maio de 2017

DENGUE: TRÊS COMUNIDADES APRESENTAM RISCO DE SURTO EM ALCANTARAS

 OUTRAS TRÊS LOCALIDADES E A SEDE ESTÃO SOB SITUAÇÃO DE ALERTA
Demonstrativo de infestação no município ( Foto SMS de Alcântaras)
O Setor de Endemias da Secretaria de Saúde de Alcântaras divulgou recentemente um demonstrativo sobre como está a situação de infestação do Aedes Aegypti no município.

O Gráfico que lista 21 comunidades, aponta para um controle epidemiológico  em 71,4% dos locais visitados onde os focos são inferior a 1% e a condição é caracterizada como satisfatória. Do outro lado as comunidades de Belém, Espírito Santo e Jardim estão sobre estado de alerta e a infestação de larvas chega a um índice de até 3,9%. Com situação gritante  aparecem o Distrito do Silva, Sitio Prata e Caldeirão onde o índice é superior a 4% e a situação é considerada grave pelas autoridades de Saúde.

Segundo o Coordenador Eduardo Alcântara com a redução da chuvas e uma maior incidência de sol os focos de proliferação do mosquito tendem a aumentar.Ele ressalta que o município tem trabalhado apenas com notificações suspeitas e que apenas um caso de Febre Chikugunya (importado) haveria sido confirmado em todo o município até o momento.

Na sede os trabalhos de UBV também tem sido realizado em quarteirões onde há suspeitas. Porém três comunidades adjacentes estão sobre alerta geral e correm risco de apresentar um surto em 2017. Com forma de incentivar a população a fazer o dever de casa no combate diário ao vetor, a Secretaria de Saúde criou um selo e algumas residências já foram identificadas como referência e exemplo a ser seguido.

Post. Francisco Freire

Nenhum comentário: