PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

domingo, 23 de outubro de 2016

NA BOCA DO POVO

   E COMO DIZ O DITADO POPULAR :DOIS BICUDOS NÃO SE BEIJAM
No Brasil e especialmente no Nordeste a utilização de ditados populares para referenciar situações do dia-a-dia é comum entre as gerações.
Na região onde a abreviação ou mesmo a substituição de palavras são marcos na forma de falar de um povo guerreiro e trabalhador a reflexão sobre o mundo que os rodeia também não passa por despercebido para quem vive como um pé atrás ou porquê não dizer: com a pulga atrás da orelha quando visto algumas arrumações.
Entre um reboliço medonho entre amados e intrigados que trocam de posição a seu bel prazer, o povo pode até ser besta, não se faz e muito menos aceita ser chamado de burro. Em uma realidade de dramatizações mal ensaiadas e que apesar da grande audiência não atuam mocinhos, mais em grande parte vilões a história do quem ti viu, quem te ver, me diz com que andas que direis quem tu és, água e óleo não e unem ou mesmo entre outras situações deixam transparecer que muitos romances tem mais amor dos convidados do casório, do que dos próprios noivos, que andam juntos  com sorriso forçado e se observam de rabo de olho. Em um teatro onde a peça pregada vai para o povo, pode até se tentar mais como diz o ditado popular dois bicudos não se beijam...

Por.Francisco Freire

Nenhum comentário: