PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

NOVAS FUGAS SÃO REGISTRADAS NA CADEIA PUBLICA DE ALCANTARAS

  JUNTA MILITAR FOI INVADIDA POR PRESOS DUAS VEZES EM MENOS DE DOIS DIAS
Sede da Junta de Serviço Militar em Alcantaras ( Arquivo BPJ)
As constantes fugas já registradas por detentos que cumprem medida reclusiva na unidade prisional de Alcântaras, zona norte do Ceará, tem preocupado a população e também comprometido a prestação de alguns serviços públicos.
Na cidade onde duas investidas dos presos resultaram no arrombamento de paredes de uma das celas, a Junta Militar foi invadida duas vezes em menos de 24 horas. 
Procurado o Secretário da 005 JSM no município, Francisco Lúcio, lamentou o episódio e informou ao Portal Jovem que a reincidência do caso já foi comunicada a 25ªCSM( Circunscrição de Serviço Militar) com sede em Fortaleza que deve oficiar a Prefeitura Municipal sobre o problema que ameaça a segurança das dependências do departamento que funcionaria em sede provisória. 
Já o comando da Policia Militar local,  reconheceu o problema e afirmou que a cadeia de Alcântaras seria muito frágil para  garantir a detenção de presos, principalmente os transferidos de outros municípios. Ainda segundo o Subt. Francisco Lindon Johnson de Vasconcelos o efetivo disponível na cidade contaria com três policiais por dia e a presença de um agente penitenciário que trabalha de segunda a sexta e apenas em horário comercial.

"A Secretaria de Justiça deve tomar as providências cabíveis, pois é impossível a detenção de pressos nessa cadeia publica de Alcântaras", frizou o militar em conversa com a redação deste blog.

Na mesma cidade, a precariedade das dependências da unidade prisional foi repassada em 2013 por meio de relatório a Ministério Publico Estadual e no inicio deste ano o Comando do 3BPM sugeriu a reforma completa da unidade que ainda não tem prazos definidos para o inicio das obras.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: