PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 28 de julho de 2016

SEM RESULTADO: CADASTRO DE BROCAS NÃO FOI FEITO EM 2016

  INSTITUTO CHICO MENDES NÃO FISCALIZOU QUEIMADAS EM ALCANTARAS
Queimadas às margens da CE 241 ( Arquivo BPJ)
Uma das iniciativas que deveria regular o manejo das queimadas na Serra da Meruoca, inclusive em Alcântaras não logrou êxito mesmo havendo sido realizadas mais de 200 solicitações de autorização direta para plantio no município ano passado.
Na cidade que também integra à Área de Proteção Ambiental Serra da Meruoca, apesar de feito a catalogação de agricultores pela Secretaria de Agricultura e Sindicato dos Trabalhadores Rurais em 2015, nenhuma fiscalização in loco foi feita pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade ( ICMBio) no segundo semestre do referido ano o que acabpu descredibilizando a medida. 
Para Dois Mil e Dezesseis a situação não é diferente e sem cadastrado realizado as brocas já começam a ser ateadas nas serras que rodeiam o município. Procurado o COMDEMA informou que no inicio deste ano haveria solicitado informações à SEMACE quanto a fiscalização de focos de calor na região, porém a Superintendência Informou que a área seria teria fiscalização a cargo doICMBio em áreas com cota acima dos 600 metros.Ainda de acordo com o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, que enfrenta problemas na realização de reuniões desde abril passado, sem envolvimento dos órgãos de fiscalização o conselho ficaria de mãos atadas quanto a intervenção à problemática uma vez que o colegiado tem caráter apenas consultivo, informou a presidência.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: