PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 27 de abril de 2016

MUNICIPAL: PREFEITURA SOLICITA AUTORIZAÇÃO PARA CRÉDITO SUPLEMENTAR

PROJETO FOI VOTADO NA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA PELA CÂMARA
Passados os 120 primeiros dias do ano, a Prefeitura de Alcântaras já enfrenta problemas de ordem financeira devido a queda das receitas arrecadadas em função dos gastos já realizados até este mês.
Com programação orçamentária anual superior aos R$ 28 milhões o poder público municipal iniciou o ano ' apertado', quando adiou o inicio das aulas da rede municipal após declarar situação de emergência financeira no âmbito da Secretaria de Educação. 

Apesar da medida, para tentar evitar gastos, o resultado esperado parece não ter surtido um efeito compensatório, considerando que já haveria sido solicitado à Câmara Municipal a autorização para a abertura de crédito suplementar para o exercício financeiro de 2016. 
O projeto enviado ao poder legislativo há cerca de duas semanas, foi apreciado e posto em votação na noite de ontem durante sessão extraordinária realizada com todos os vereadores. Em Alcântaras esta não é a primeira vez que o Governo Municipal solicita a abertura de crédito suplementar para equilibrar as contas e honrar seus compromissos, porém segundo alguns vereadores da bancada de oposição, mesmo favoráveis a aprovação do projeto é notável que a prefeitura tem gasto mais do que devia, inclusive com pagamento de pessoal onde servidores em regime seletista sequer ainda receberam o 13º salário referente ao ano base de 2015 restando pouco mais de noventa dias para a expiração de seus contratos de trabalho.

No Portal da Transparência, conforme as informações repassadas pela Prefeitura ao Tribunal de Contas dos Municípios as receitas até este dia 27 de abril seriam da ordem de R$ 5,9 mil já as despesas chegariam próximo à casa dos R$ 3 milhões estando 61% dos gastos associados aos vencimentos e vantagens fixas de pessoal civil.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: