PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 6 de abril de 2016

COREAÚ: ELEIÇÕES TEM MULHERES COMO PRÉ-CANDIDATAS

 EM 2012 MAIS DE 16% DOS MUNICIPIOS TIVERAM CANDIDATURAS FEMININAS
imagem reprodução
O rompimento das famosas uniões partidárias e/ou de lideranças no meio político não é apenas uma realidade enfrentada em Brasília e que envolve o Governo Federal. Na Zona Norte do Ceará nos últimos anos as estranhas fusões e separações envolvendo políticos virou cenas comuns em muitas cidades.
 Depois do rompimento entre prefeito e vice na cidade de Mucambo; da troca de lados por vereadores de Alcântaras; da possibilidade de inesperadas fusões na politica meruoquense, novos episódios com vista a corrida eleitoral tem repetido-se em outras prefeituras do Ceará, como em Coreaú, onde além da então Prefeita Érica Cristino as especulações apontam para a candidatura da também vice-prefeita daquela cidade que poderá ser lançada novamente como vice de chapa, agora pela bancada de oposição. 
Na velha Palma, administrada com pulsos femininos nos últimos quatro anos a expectativa é que a disputa as eleições de 2016 mais uma vez envolva mulheres na corrida pelo posto maior ao executivo. De um lado, a Prefeita poderá formar chapa com Regina Flávia. Do outro o ex-prefeito Carlos Ronner tem estreitado as relações com Dona Marlene, então vice-prefeita da cidade, que poderá suceder a mesma cadeira em companhia do novo correligionário. 
Na Zona Norte, desde 2008 a participação feminina na vida política tem sido mais notável, além das "candidaturas rosas" já registradas em pleitos anteriores nos municípios de Alcântaras, Meruoca, Pacujá, Graça, Ibiapina, Varjota, Hidrolândia e Tianguá nas ultimas eleições municipais 16% dos municípios de todo o Estado registraram candidaturas femininas ao executivo e em pelo menos 8% das prefeituras tem gestoras mulheres.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: