PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 8 de março de 2016

PRESO 'ARROMBA' PAREDE E FOGE DA CADEIA EM ALCANTARAS

 PRECARIEDADE DA UNIDADE PRISIONAL JÁ FOI COMUNICADA AO MP
Pequena e sem a estrutura adequada para abrigar grande número de detentos que cumprem reclusão por crimes cometidos, a cadeia pública de Alcântaras aguarda a reforma de suas dependências a ser realizada através de convênio entre a Prefeitura e o Ministério da Justiça.
A unidade prisional que tem hoje três celas, mesmo fragilizada abriga detentos de considerável periculosidade e por várias vezes já teve fugas registradas durante a ocorrência de eventos festivos noturnos no pequeno município. 
No último final de semana, um dos infratores que cumprem pena em regime fechado, arrombou a parede de uma das celas e conseguiu fugir, sendo capturado mais tarde pelo efetivo local após diligências as margens da CE 241.
A unidade que em meados de 2013 haveria sido informada em relatório encaminhado ao Ministério Público por um agente penitenciário que registrou a precária condição do prédio, chegou a receber pequenas melhorias no segundo semestre do ano passado, como retelhamento, manutenção hidráulica e elétrica. Apesar dos serviços a reforma de fato nunca chegou a ser concluída, situação nitidamente visível pela pintura desgastada e pelas constantes fugas ocorridas o que já haveria chamado a atenção do 3º BPM que solicitou intervenção do poder público local frente a solução do problema. Enquanto nenhuma medida é efetivamente tomada para reverter a situação a população fica cautelosa a atuação dos fugitivos que em alguns casos  chegam a ser transferidos para unidades prisionais de Sobral.

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: