PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

OPOSIÇÃO E A CONTRADIÇÃO POLÍTICA

CANDIDATO A SER APOIADO PELA OPOSIÇÃO TAMBÉM NÃO É FILHO DE ALCANTARAS 
Prestes a completar seu 59º aniversário de emancipação política a postura das oligarquias políticas que há décadas lutam pelo poderio administrativo em Alcântaras não sofreram grandes mudanças quando avaliado o desfecho que se afunila a cada ano de eleição. 
Na cidade onde nos últimos doze meses um dos assuntos mais criticado pelo líder de oposição na câmara foi a nomeação e eleição de gestores cujo não são filhos de Alcântaras a contradição de dizeres e comportamentos começa vir a tona na fase preliminar da campanha eleitoral que se aproxima.
Com mobilização politica até então fragilizada, a oposição pretende lançar novamente João Lira como candidato a prefeito da pequena cidade serrana, uma contradição gritante para aqueles que na tribuna cansaram de dizer que "quem não é da terra não conhece os problemas locais" como referenciado nas criticas direcionadas ao atual prefeito e secretário de saúde da cidade.
A oposição que ainda estaria "rachada" poderá lançar novos nomes a corrida eleitoral, mas o que se observa até o momento são articulações isoladas dentro do grupo que já haveria sondado pelo menos três candidatos as eleições municipais de 2016, mas que teoricamente não chegou a um consenso.Do outro lado, a situação agora pretende eleger um filho da terra, como o anúncio da pré-candidatura do então vice-prefeito.

No vira e mexe politica alcantarense o que nota-se é  mudança de estratégias quando avaliado as campanhas de 2008, quando o letreiro da oposição demonstrava aversão aos forasteiros citando "somos filhos da terra e moramos aqui" e que hoje ignorou tal ato. E da situação que na linha contrária poderá se utilizar deste argumento como suporte de campanha.No troca troca de postura e ideologias, na pequena cidade se trocam os nomes, os partidos mas politicamente falando permanecem os mesmos erros e contradições daqueles culturalmente alemeijam com seus clãs políticos reinar por mais quatro anos...

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: