PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

ALCANTARENSES E OS "CUIDADOS" COM A DENGUE

 NO SITIO ESPÍRITO SANTO FOCOS FORAM ENCONTRADOS EM  UM VILA INTEIRA
Apesar de registrar o maior surto epidemiológico de Dengue em 2015, moradores de Alcântaras, Zona Norte do Ceará, parecem não preocupar-se com a enfermidade que nos primeiros oitos meses do ano passado deixou acamado mais de 3% da população local. 
Mesmo com o trabalho de prevenção e conscientização feito por equipes multidisciplinares ligados ao serviço municipal de saúde o numero de focos potenciais de criatórios do Aedes Aegypti continua a ser identificado em regiões onde famílias inteiras tiveram casos confirmados no ano anterior. 
No Sitio Espirito Santo, por exemplo, uma vila inteira teve larvas encontradas em depósitos de água. Segundo um dos agentes de endemias que trabalham na região, o número de focos foi um recorde, considerando que o quantitativo pode ser encontrado no somatório diário de visitas e não apenas em uma linha reta de casas em apenas um turno de visitação. 
Para o profissional que preferiu não ser identificado, a situação revela a despreocupação dos moradores no combate diário ao vetor da Dengue, Chicugunya e Zika virus e que mesmo com o empenho das equipes de saúde o combate ao mosquito e redução do IEP só será reduzido com a participação efetiva da população. O Agente cita outros casos de grande número de larvas como nos bairros do Junco e Bela Vista citando que a parcela da população que faz o dever de casa também reclama dos vizinhos ociosos com a higiene doméstica no que tende ao combate diário da dengue principalmente neste período de chuvas.

Post.Francisco Freire


Nenhum comentário: