PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

EM ALCANTARAS: BROCAS DESCONTROLADAS PREOCUPA COMDEMA

 CONSELHO SOLICITOU DO ICMBio MAIOR ATENÇÃO AS QUEIMADAS
Do blog do CODEMA
APA Serra da Meruoca - Porção Norte
O atual estágio de degradação causado pelo fogo na Serra da Meruoca tem preocupado ambientalistas e estudantes de ciências biológicas quanto aos efeitos devastadores que esta pratica irregular de manejo tem causado ao solo, a flora e a vida silvestre.

Em 2015 onde o Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade requisitou dos agricultores dos municípios de Alcântaras, Massapê, Meruoca e Sobral o protocolo de um termo de autorização direta para a derrubada de mata e o plantio da agricultura de sequeiro, a fiscalização nas área de cultivo não aconteceu e o resultado disso tem refletido no aumento significativo do número de queimadas nas faixas de domínios protegidas pela Apa Serra da Meruoca.

 Considerando as dificuldades para evitar a utilização da ferramenta pelas dezenas de agricultores que nesta época do ano já ateiam fogo em topos, encostas de serras além de margens de riachos e estradas, o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Alcântaras solicitou do ICMBio maior atenção ao problema. Na manhã da última Terça-Feira, 02, o Presidente do órgão colegiado esteve no Escritório do IBAMA de Sobral para discutir com o Chefe da Unidade de Conservação alternativas para o controle das queimadas e evitar focos de incêndio na região. 

Francisco Freire que se inteirou das demandas sobre queimadas descontroladas já apresentadas pelos outros municípios da região ao ICMBio pretende levar  a situação da carência de profissionais no departamento para discussão na próxima reunião ordinária do COMDEMA, que poderá notificar as autoridades ambientais competentes  sobre carências de fiscais do órgão para o andamento das demandas de denuncias ocorridas na na Serra da Meruoca.

Post.reprodução

Nenhum comentário: