PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

CRISE: PREFEITURAS DO CEARÁ EXONERAM EM 'MASSA'

 GESTORES ENXUGAM A FOLHA DE PAGAMENTO PARA EVITAR ENDIVIDAMENTO
Fonte da imagem:cearaemrevista.com
Por conta das dificuldades financeiras que  centenas de municípios tem sofrido devido a crise econômica ao qual o país atravessa a alternativa encontrada por muitos gestores mesmo indo em desencontro com seus projetos políticos e/ou administrativos tem sido reduzir os gastos com a folha de pagamento. 

No Ceará, onde além da queda nos repasses a muitas cidades um outro fator agravante tem  contribuído para grandes cortes no funcionalismos publico devido a seca. Com mais gastos do que receitas um outro problema  relacionado ao teto da Lei de Responsabilidade Fiscal, cujo é calculado com base na média de entradas e saídas do caixa que contribuído para que dezenas de funcionários contratados, temporários, aposentados e comissionados sejam exonerados de muitas prefeituras. Em Ibiapina, onde em apenas uma única publicação no Diario Oficial dos Municípios do Ceará o Governo Municipal listou 40 nomes que deixaram de prestar serviços ao município que no inicio de setembro já havia reincidido contrato com outras 90 pessoas por recomendação do Ministério Publico.

Na mesma região com limite acima do teto da LRF estão as cidades de Acaraú, Alcântaras, Bela Cruz, Forquilha,Ipú, Marco, Miraíma, Santana do Acaraú, São Benedito, Ubajara e Uruoca que já estudam alternativas para equilibrar as contas publicas. Apesar da fase de cortes tornar-se mais evidente neste segundo semestre desde o inicio do ano a preocupação em enxugar a Folha do Pagamento já vinha acontecendo em muitos municípios do Ceará, como Camocim, Granja e Martinópole

Post.Francisco Freire

Nenhum comentário: