segunda-feira, 24 de outubro de 2011

EM MUCAMBO-CE DISTRITO DE CARQUEIJO DESTACA-SE PELA EXPORTAÇÕES DE ARTESANATO

MADE IN CARQUEIJO
Por Lauriberto Braga

Mucambo. A pequena Carqueijo, neste Município, a 280 quilômetros de Fortaleza, é tipo exportação. A tecelagem produzida pela comunidade de cerca de 40 famílias chegou a Cabo Verde, na África. Antes já tinha sido levada para São Paulo. O artesanato Carqueijo está em exposição permanente na Central de Artesanato do Ceará (Ceart), em Fortaleza, e no Centro de Artesanato Ana Sancho Martins, na própria Carqueijo.
A produção é feita pela Associação dos Artesãos de Carqueijo. Logo no selo dos produtos há um recado: “Este é um produto 100% artesanal”. E o recadinho dos artesãos de Carqueijo continua: “Ao adquirir uma peça de Carqueijo você valoriza o artesanato regional; resgata a dignidade e promove o desenvolvimento sustentável e ajuda a remuneração do artesão”. O selo da comunidade encerra afirmando: “Respeitamos e preservamos a natureza. Os produtos são feitos a partir de fibras naturais”. São dessas fibras naturais da bananeiras e do coqueiro que saem lindos jogos americanos, belos tapetes, baús, crochês e redes de varanda.
Já se preparando para a Copa 2014, com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa (Sebrae), aconteceu, em Carqueijo, cursos de tecelagem, de criação de novos produtos, crochê e varanda. Mais de 40 pessoas, entre jovens e adultos, fizeram os cursos. A Associação dos Artesãos de Carqueijo é a única entidade de artesanato da Zona Norte inscrita no Sebrae Oportunidades de Negócios 2014.
“Preparamos a comunidade para aumentar a mão-de-obra, qualificando e inovando nossos produtos. Este é o investimento do lucro com as vendas que fazemos para a Ceart”, diz o instrutor do curso, Francisco Martins Gilmar de Sousa, de 30 anos, filho de Carqueijo e vai seguindo a tradição iniciada pela avó Ana Sancho Martins, continuada pelo pai de Gilmar, Isaías Martins e agora por Gilmar.

LEIA MAIS NO JORNAL DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário: